Cuiaba (MT), 21 de junho de 2021 - 10:23

Economia

10/06/2021 16:21

Vendas nos supermercados crescem 4% no primeiro quadrimestre

As vendas nos supermercados registraram um crescimento de 4% no primeiro quadrimestre de 2021 na comparao com o mesmo perodo do ano passado. No ms de abril ante o mesmo ms de 2020, houve crescimento de 2,77%. J em relao a maro de 2021, a pesquisa aponta queda de 4,82%, devido a abril ter um dia a menos do que o ms anterior. Os dados so do ndice Nacional de Consumo dos Lares Brasileiros Abras, divulgado hoje (10) pela Associao Brasileira de Supermercados (Abras).

De acordo com o vice-presidente Administrativo e Institucional da Abras, Marcio Milan, a alta das vendas j reflete a volta do auxlio emergencial pago s famlias, e est em linha com as projees da associao. "Na comparao de abril de 2021 com abril do ano passado, a evoluo de 2,77% slida porque calculada sobre um movimento intenso das famlias que buscaram abastecer as casas diante dos primeiros reflexos da pandemia", disse.

Milan explicou que a queda das vendas no ms de abril est relacionada ao fato de uma volta gradativa normalidade e diminuio de pessoas ainda em trabalho remoto, o que aumenta o consumo de refeies fora de casa.

"Os fechamentos temporrios de lojas decretados por prefeituras tambm influenciaram o resultado, e levaram os supermercados a enfrentar o problema inclusive com aes na Justia para garantir o funcionamento dos estabelecimentos, j que a alimentao direito essencial e os supermercados esto trabalhando para garantir o acesso dos consumidores aos produtos com respeito aos protocolos de sade e toda segurana", disse Milan.

Preos

Segundo o Abrasmercado, levantamento de preos de uma cesta composta por 35 produtos mais vendidos nos supermercados, o conjunto desses itens apresentou aumento de 0,92% em abril ante maro, passando a valer R$ 643,67, contra R$ 637,82 do ms de maro.

As maiores quedas nos preos da cesta em abril foram registradas na batata (7,92%), pernil (5,96%), extrato de tomate (2,16%), arroz (2,07%) e queijo prato (1,95%). As maiores altas foram margarina cremosa (4,99%), tomate (4,50%), biscoito cream cracker (3,92%), cebola (3,05%) e papel higinico (2,96%).

De acordo com os dados, no acumulado do ano o tomate teve baixa de 20,88%, e o pernil baixou 8,91%. J as altas de janeiro a abril ficaram por conta da cebola (46,10%), do ovo (11,43%) e do acar (9,66%).

De acordo com Marcio Milan, o consumidor est mais atento aos preos, faz pesquisa e tem buscado substituir itens das compras que estejam mais caros por alternativas de qualidade. " o caso da carne suna que, at pela baixa de preo, tem se apresentado como alternativa aos cortes bovinos. O frango congelado que agora teve nova baixa de 0,96%, tambm opo", disse Milan.

As estimativas da Abras so que os supermercados devem crescer 4,5% ao final de 2021, entretanto esse percentual deve ser revisado no final de junho para o fechamento do ano. Entre os fatores que devem influenciar no ndice, esto o pagamento antecipado da primeira parcela do dcimo terceiro de aposentados e pensionistas e o primeiro lote de restituio do Imposto de Renda. "A possibilidade da prorrogao do auxlio emergencial at setembro outro fator que ir influenciar os resultados", ressaltou.

Edio: Fernando Fraga


Resumo Online

E-mail
Redação: [email protected]

Telefones
(65) 3052-6030 / (65) 3052-6030

Todos os Direitos Reservados para Resumo Online

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo